Papas de aveia e pêras caramelizadas com mel / Porridge with honey glazed pears

(for the English version please scroll down)

A minha relação com o pequeno-almoço sempre foi um tanto ou quanto obsessiva, quando encontro uma opção de funciona é essa a minha escolha para todas as manhãs. Sim é repetitivo, mas há qualquer coisa nessa ritualização que me dá paz de espírito. Portanto, se é para tomar sempre a mesma coisa ao pequeno-almoço, convém que seja algo que faça mesmo bem, que dê energia e que ajude a começar o dia da melhor forma. Após tentativas diversas concluí que não há melhor do que as papas de aveia. Mais ainda – maravilha das maravilhas – a receita base das papas permite fazer alterações simples que emprestam logo um toque diferente e não nos deixam entrar na monotonia.

6

Já de há um ano para cá que não troco as papas de aveia por nada. São fáceis de fazer, são muito económicas, dão-me energia e deixam-me saciada até ao almoço. Acreditem que tentei muitos pequenos-almoços e com todos eles tinha uma “quebra” por volta das 11h que me obrigava a um petisco extra. Ao contrário dos chamados cereais de pequeno-almoço preparados, que estão repletos de açúcar refinado e outros alimentos processados, a aveia tem a particularidade de libertar lentamente os seus açúcares, contribuindo para o equilíbrio dos níveis de açúcar no sangue, evitando picos e quebras que alteram a nossa energia e capacidade de concentração. Para além disso a aveia tem um tipo de fibra específico que, segundo alguns estudos, ajuda a baixar os níveis de mau colesterol e auxilia no fortalecimento do sistema imunitário.

1

Com tanto zunzum que há agora com as alergias ao glúten, convém acrescentar que a aveia em si não tem glúten, no entanto como muitas vezes é tratada em ambientes onde estão presentes cereais com glúten, se têm alguma sensibilidade o melhor é optarem por marcas de aveia que certifiquem que é completamente isenta de glúten.

A receita para as papas que vos trago hoje é a que faço todos os dias mas com um topping um pouco mais especial, ainda que super rápido de fazer. Na maior parte dos dias o meu topping base é uma banana e outra fruta da época, como romã, morango, amoras, figos, ect., algumas nozes, amêndoas ou sementes de cânhamo e um fio de mel. Mas, uma vez por outra não faz mal nenhum um mimo extra, como estas pêras caramelizadas com mel e nozes que são deliciosas. Já agora se tiverem iogurte natural também fica excelente com estas pêras.

Uma nota importante e como já expliquei aqui, é muito importante deixar a aveia de molho para potenciar a absorção dos seus nutrientes pelo nosso organismo.

2

Ingredientes

(para 1)

Para as papas:

50 gr de flocos de aveia biológicos, se possível (eu uso os flocos maiores por serem menos processados)

200 ml de água

1 pitada de sal

½ colher de chá de óleo de coco ou manteiga ou ghee

½ colher de chá de canela

½ colher de chá de maca (opcional)

Para as pêras:

1 pêra grande

1 mão cheia de nozes

1 colher de chá de óleo de coco ou ghee (ou manteiga se não tiverem nenhum dos dois por casa)

Raspa de meio limão

1 colher de chá de mel

Bagos de romã (opcional mas fica muito bem)

Deixem a aveia de molho durante a noite com umas gotinhas de sumo de limão.

De manhã escorram a aveia e coloquem-na, depois de escorrida, num tacho com os 200 ml de água e uma pitada de sal. Cozinhem durante uns 8 minutos*, mexendo de vez em quando para não pegar. Passado esse tempo apaguem o lume, coloquem uma colherinha de óleo de coco, ghee ou manteiga e tapem. Deixem estar uns 2 minutos. Juntem a canela e a maca (se utilizarem) e envolvam.

Entretanto cortem a pêra em quartos e cada quarto em 3 ou 4 fatias longitudinais. Numa frigideira antiaderente derretam o óleo de coco ou o ghee. Coloquem as pêras, as nozes e a raspa de limão. Um minuto depois reguem com a colher de chá de mel e vão mexendo durante uns 4 minutos.

Deitem as papas numa tigela e sirvam com as pêras por cima e se quiserem uns bagos de romã. É delicioso!

*nota: Os 8 minutos são para os flocos maiores, os mais pequenos cozem mais depressa, 5 minutos são suficientes e reduzam também um pouco a quantidade de água.

Nota 2: Para quem os 8 minutos parece muito tempo para um pequeno-almoço lembrem-se que durante esse tempo podem dar de comer ao cão, ao gato, fazer a cama, maquilharem-se, pentearem-se, etc..Pensem nas vantagens de estar a começar o vosso dia sem alimentos processados e sem açúcares refinados e outros aditivos desnecessários.


Porridge with honey glazed pears

My relationship with breakfast has always been slightly obsessive, when I find an option that works for me, I stick with it and have it every single day. Yes, it is repetitive, but there is something in that ritualization that gives me piece of mind. So, if I am to have the same thing over and over again it better be good for be, bursting with energy and nutrition to help me quick start the day in the best possible way. After several experiences I came to the conclusion that there’s nothing better than porridge oats! Also the basic porridge recipe allows you to change it by adding very little, and break with the monotony.

3

I have been having porridge oats for breakfast for over a year now. They are easy to make, cheap, give me energy and keep me full until lunch. Believe me, I have tried many breakfasts and by the time it got to 11am I had to snack on something. Unlike the so called breakfast cereals you find on supermarkets, that are full of refined sugar and other processed foods, the oats have the particularity of releasing sugar very slowly into our system, aiding in keeping our sugar blood levels nice and balanced, avoiding picks and crashes that affect our energy and concentration. Moreover oats have a specific type of fiber that according to some studies helps to lower the levels of bad cholesterol and help to strengthen our immune system.

With so much fuss about gluten allergies is good to know that oats are gluten free, however many times they are packed and processed in environments where there are other cereals with gluten. So if you have any sensitivity make sure to choose certified gluten free oats.

The recipe for the oats that I bring you today is the one I cook for myself every morning, but with an extra special topping, that you can wiz up super quickly. Most of my days the topping of choice is a banana and another seasonal fruit like pomegranate, strawberries, blackberries, figs, etc., some nuts (walnuts, almonds, hemp seeds) and a drizzle of honey. But every now and again it’s great to indulge a bit, and these honey glazed pears and walnuts are just delicious. By the way, if you have any plain yogurt the pears will be great with that too.

One important note and how I’ve explained here, it’s very important to soak the oats to enhance the absorption of their nutrients.

4

Ingredients

(for 1)

For the porridge:

50 gr of rolled oats, organic if possible (I prefer the bigger ones because they are less processd)

200 ml of water

1 pinch of salt

½ tea spoon of coconut oil, or butter, or ghee

½ tea spoon of cinnamon

½ tea spoon of maca (optional)

For the pears:

1 big pear

1 handful of walnuts

1 tea spoon of coconut oil or ghee

Zest of half a lemon

1 tea spoon of honey

Pomegranate seeds (optional but it goes really well with the pears)

The night before soak the oats with a few drops of lemon.

In the morning drain the oats and cook the drained oats in a pot with the 200ml of water and a pinch of salt. It should take about 8 minutes*, don’t forget to mix every now and again to stop it from catching. Turn off the heat, add the coconut oil, butter or ghee, put the lid on and let it be for 2 minutes. Add the cinnamon and maca (if using) and mix it in.

Meanwhile cut the pear into quarters and each quarter in 3 or 4 slices. In a non-stick skillet melt the coconut oil or ghee. Add the pears, the walnuts and the lemon zest. One minute after swirl in the honey and cook and stir for about 4 minutes.

Get your porridge into a bowl and top it up with the pears, and if you want some pomegranate seeds. It’s delicious!

*note: Bear in mind that if using smaller rolled oats the cooking time will be reduced to around 5 minutes. And you will probably need a little bit less water too.

*note2 : For the ones thinking 8 minutes to make breakfast is too much time, remember that during the cooking time you can feed the dog, the cat, tidy up your bed, put on your makeup, do your hair, etc..Just think of the advantages of starting your day without processed foods, clean from any refined sugars and other unpronounceable ingredients.

Advertisements

14 thoughts on “Papas de aveia e pêras caramelizadas com mel / Porridge with honey glazed pears

  1. O aroma das papas de aveia era um clássico nas manhãs em casa dos meus avós. Na verdade, cada vez mais me apercebo que eles tinham a alimentação que tanto se tenta resgatar hoje em dia junto da malta mais jovem! 😉 Se há coisa que fica bem numa data de receitas é a simplicidade da aveia! 🙂

    Liked by 1 person

    1. 🙂 sem dúvida nenhuma. a cultura do supermercado e do pré-feito afastou-nos da simplicidade que tem do seu lado anos e anos de experiência. é uma questão de reaprendermos com as nossas próprias memórias de infância e ouvirmos o nosso corpo, ele saber, perfeitamente, o que lhe faz melhor 🙂 bom dia!!

      Like

    1. thank you so so much Mitchell.the “pequeno-almoço” came from the french petit déjeuner. originally the first meal of the day was “almoço”, then jantar (what is today dinner) still during the day, and after that ceia (and that would be the evening meal 🙂
      I’m very glad you’re enjoying the blog 🙂

      Liked by 1 person

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s