Chai latte de alcaçuz / Licorice chai latte

(for the English version please scroll down)

Na mesinha da sala da minha avó, adornada como é da praxe com o indispensável naperon, há uma caixa de madeira onde se guardam rebuçados Dr. Bayard. E porque é que essa caixa existe e porquê esse rebuçado em particular? Porque há uma pessoa, que é como quem diz eu própria, que ainda hoje a primeira coisa que faz quando lá chega é ir comer um desses rebuçados (depois de cumprimentar a avó claro!). Bem sei que a embalagem tem um senhor que tosse e que, supostamente, são para tomar como rebuçados para males da garganta, mas para mim sempre foram os meus rebuçados favoritos. Sim é possível que seja um pouco estranho, acredito que nem toda a gente partilhe comigo esta preferência, mas, recentemente, percebi que não estou sozinha no mundo e que o sabor principal dos rebuçados Dr. Bayard é o alcaçuz, que em muitas partes do mundo é utilizado para fazer guloseimas, onde é chamado de licorice. Fiquei tão contente ao perceber isto!

2

O alcaçuz é uma planta selvagem (mas actualmente cultivada em larga escala) cuja raiz é naturalmente doce (mais doce do que a sacarose presente no açúcar!), daí ser tão utilizada em confeitaria, mas também na indústria da cerveja e até do tabaco. Começam vocês então a desconfiar porque é que num blog que se quer saudável vos estarei a falar desta planta… é que, por outro lado, o alcaçuz é uma das mais importantes plantas do ponto de vista terapêutico. Já era utilizada no antigo Egipto, referida e utilizada quer na medicina tradicional chinesa, quer na tradição ayurvédica.

Esta erva mágica pode ser usada para curar problemas respiratórios, gargantas irritadas e tosse. Ajuda também a melhorar problemas gastrointestinais, graças às suas propriedades anti-inflamatórias. Pode ajudar a reduzir o stress, auxiliando e potenciando a produção de cortisol. Há estudos que indicam que pode ser um aliado na luta contra os cancros da mama e próstata. E outros que apontam que também é um bom parceiro para minimizar os efeitos da TPM. Usado topicamente é óptimo para os eczemas e também para a limpeza dos dentes.

Mas muita atenção, o alcaçuz é uma erva medicinal potente por isso alguns cuidados são necessários na sua utilização. Pessoas com hipertensão devem evitar o seu consumo, bem como grávidas e lactentes ou crianças com menos de 10 anos. Há imensa informação online se quiserem saber mais ou informem-se junto do vosso médico, terapeuta ou naturopata se tiverem dúvidas em relação ao alcaçuz ser indicado para vocês.

1

Se se estão a perguntar onde é que conseguem deitar as mãos a esta planta, deixem-me dizer-vos que normalmente se encontra ou em forma de extracto, ou em folhas secas, ou em pedaços de raiz seca. As folhas encontram-se facilmente em ervanárias ou em lojas de produtos naturais. A raiz, que é o que utilizei nesta receita, é fácil de encontrar em lojas indianas.

O chai latte que vos trago hoje, e perdoem-me o estrangeirismo, mas aqui fui vítima da moda e não o quis chamar de chá com leite… Mas adiante, o alcaçuz, aqui é combinado com outras especiarias também com propriedades anti-inflamatórias e potenciadoras da sensação de bem-estar, resultando num chá naturalmente doce e aromático. Se não têm em casa alguma das especiarias que indico na receita recomendo, sinceramente, que invistam em tê-las na vossa dispensa. É que para além de ser óptimas do ponto de vista do sabor, todas têm propriedades medicinais diferentes (das quais vos irei falando aqui no blog) que serão bem úteis na época de Inverno que se aproxima (apesar do calor que se tem feito sentir nos fazer esquecer disso). Pensem na vossa dispensa, em simultâneo, como o vosso armário de “medicamentos”, pensem que um chá com um sabor maravilhoso também pode estar a fazer maravilhas ao vosso organismo. A adição do leite ajuda a suavizar o sabor das especiarias e a dar-lhe um toque cremoso, que dá vontade de nos enrolarmos no sofá e segurar a nossa chávena com duas mãos enquanto o sabor do chai nos leva até outras paragens.

Ingredientes

(para 2)

2 pedaços fininhos (+/- 4 cm) de raiz de alcaçuz

2 paus de canela

6 vagens de cardamomo

9 grãos de pimenta preta

2 fatias fininhas de gengibre

1 colher de chá (ou uma saqueta) de chá preto ou rooibos (chá vermelho)

400 ml de água

150 ml de leite vegetal (leite de amêndoa ou aveia por exemplo)

Num almofariz “abrir” as vagens de cardamomo e os grãos de pimenta preta, e desfazer um pouco os pedaços de raiz de alcaçuz. Ferver todos os ingredientes, excepto o chá e o leite, em 400ml de água por 10 minutos. Apagar o lume e juntar o chá. Deixar em infusão 3 minutos. Entretanto aquecer o leite, mas sem ferver.

Coar a infusão e juntar o leite. Podem servir com um pouco de canela em pó por cima.

Nota: Se quiserem que o chai não tenha cafeína utilizem o rooibos, muitas vezes chamado de chá vermelho, que por ser a casca de um arbusto  e não proveniente da planta do chá, é isento de teína (a cafeína do chá).


Licorice chai latte

In my grandma’s living room central table, embellished with an old fashioned doily, there’s a wooden box that stores Dr. Bayard candies*.  And why does that box exist, and why that candy in particular? Because there’s someone, well me, that still today as soon as I enter the door (after saying hello and kissing grandma, of course) I go straight to that box and have a candy. Even though the paper wrapping has the drawing of a coughing gentleman, and that supposedly these are meant for treating cough and sore throats, they have always been my favorite candy. Yes, it might sound a bit odd, I believe these are not everyone’s cup of tea, however and very recently, I’ve realized I’m not alone in the world, because the main flavor in those candies is licorice! And unlike Portugal where licorice candies are not common at all, in a lot of countries they totally are! I was so happy when I found this out.

3

Licorice comes from a wild plant (nowadays is grown in large scale operations), whose root is naturally sweet (sweeter that the sucrose found in sugar!), that’s why it is so used in confectionary, but also in beer and tobacco industries. You are probably starting to wonder why in a blog that aims for healthy food, I am talking about this plant then…? Well, and as pretty much all things, nothing is totally bad or totally good. Because from a medicinal point of view licorice is one of the most important plants. It was already used in ancient Egypt and is Known and used in traditional Chinese medicine and in the Ayurveda tradition as well.

This magical herb can be used to cure respiratory problems, sore throats and coughs. Also helps to sooth gastrointestinal problems thanks to its anti-inflammatory properties. It can help reducing stress levels, by aiding the production of cortisol. Some studies seem to show that it can be an ally in fighting breast and prostate cancers. Other studies suggest that it’s useful to sooth PMS. When used directly on the skin it aids in curing eczema and it can also be used in dental hygiene.

However don’t forget that licorice is a potent medicinal herb, so it should be used with care and caution. People suffering from hypertension should abstain from using it, as well as pregnant and breast feeding women, and children under 10. There’s a lot of online information if you want to know more and in case of doubt ask your doctor or naturopath if licorice if advised for you.

You can get licorice in extract, leaves or pieces of the dry root. The leaves are easy to find in natural food stores; the root, that was what I used in my chai, you can find in Indian delis (at least here in Portugal).

The chai latte I bring you today combines licorice with other spices with anti-inflammatory and feel-good properties that result in a naturally sweet and aromatic infusion. If you don’t have any of the spices in the ingredient list I advice you to get them, because besides their amazing flavors, all of them have medicinal properties. They will be very useful in the coming colder months. Think of your pantry simultaneously as  your medicinal cabinet. Think that a wonderfully tasting tea is also doing wonders for the well-being of your body and mind. Adding the milk to the chai mellows the flavor of the spices and gives it an extra creaminess that makes us want to curl up in the sofa, holding our cup with two hands, while the aroma of the chai makes us drift away.

* I don’t know how common these candies are outside of Portugal, but in here there was not one single child from my generation that didn’t know what they were.

Ingredients

(for 2)

2 thin pieces of licorice root (+/- 4 cm)

2 cinnamon sticks

6 cardamom pods

9 black pepper corns

2 thin slices of fresh ginger

1 tea spoon (or 1 tea bag) of black or rooibos tea

400 ml of water

150 ml of vegetable milk (like almond or oat milk)

In a pestle and mortar crack open the cardamom pods and the black pepper corns; and bash up a little the licorice root. Boil all the ingredients, except the tea and milk, in 400ml of water for 10 minutes. Turn off the heat and add the tea. Let it brew for 3 minutes. Meanwhile heat up the milk, without boiling.

Pass the infusion through a sieve and add the warm milk. You can serve with an extra sprinkle of cinnamon.

Note: If you want the chai to be caffeine free use the rooibos, because it comes from the bark of a bush and not from the tea plant, it is theine (tea’s caffeine) free.

Advertisements

9 thoughts on “Chai latte de alcaçuz / Licorice chai latte

  1. Ah so this is the image I spotted on your instagram.
    Licorice is indeed quite a popular sweet, especially in Germany and the Netherlands, though I am sure in other places too. I love giving the tea to my son as it is naturally sweet enough that he never asks for honey.
    Thanks for sharing this lovely recipe.

    Like

    1. Yes it is 🙂
      I only came across licorice sweets last year when visiting my boyfriend in Canada, so up until then I knew the flavor but didn’t know what it was!
      What a smart idea to use licorice to sweeten tea for children!
      And thank you for your kind words, they mean a lot 🙂

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s