Cogumelos grelhados no pão / Dry grilled mushrooms on toast

(for the English version please scroll down)

Todos nós conhecemos essa quase instituição nacional presente em toda a roulotte de beira de estrada, em toda a tasca, em toda a festa de Santos (sejam eles Antónios, Pedros ou Joões) que é a febra no pão… certo? Vegetarianos mantenham-se comigo que este continua a ser um blog onde não se cozinham animais. Mas convenhamos, há qualquer coisa nessa fórmula tão simples que faz com que a febra no pão seja um hit por todo esse Portugal a fora. Mas e se eu vos disser que é possível fazer bem melhor, e –maravilha das maravilhas – sem carne?!

Não gosto muito da ideia de fazer pratos vegetarianos a substituir pratos omnívoros, mas neste caso, a analogia é necessária para explicar como algo tão simples pode ser deliciosamente suculento, carnudo, vá de lamber os dedos. Garanto que não é publicidade enganosa! No próximo lanche ajantarado,  brunch ou almoço ligeiro experimentem esta receita, mesmo tiverem carnívoros convictos à mesa, e esperem pelos ah e oh de espanto.

2

Mas porque é que estou tão convencida que este prato vai funcionar em pleno? Por causa do “umami”, esta palavra de origem japonesa que talvez ainda seja desconhecida de muitos, refere-se ao quinto sabor apreendido pela língua humana. Ao contrário do doce, azedo, salgado e amargo que são sentidos nas extremidades da língua, o umami é sentido no centro do palato. Também ao contrário dos 4 gostos referidos, que rapidamente associamos a algum alimento, o umami ainda não é fácil, de tal maneira que não há tradução para o português ou inglês desta palavra japonesa. O umami é um gosto que perdura, faz salivar e dá a sensação de cobrir toda a língua e consegue sentir-se por exemplo no queijo, na carne ou nos cogumelos.

Portanto, vamos tirar máximo partido do umami nesta receita. Mas atenção, vamos trabalhar com poucos ingredientes e a chave para um resultado incrível é a qualidade desses mesmos ingredientes e o acertarmos no método. Por isso, falemos primeiro dos ingredientes.

Para esta receita sugiro que tentem encontrar cogumelos pleurotos de bom tamanho. Importante ao escolher cogumelos é que estes tenham um ar fresco, não amassado e sem humidade. Ou seja, se conseguirem encontrar cogumelos não embalados é sempre melhor, pois nas embalagens ocorre normalmente condensação o que não é bom nem para a conservação do cogumelo, nem para o sabor. Comprei os que utilizei aqui, no mercado biológico do Campo Pequeno, aliás assim que os vi comecei imediatamente a salivar e a imaginá-los na grelha. Outro ingrediente fundamental é o pão, aqui apostem num pão tradicional tipo mafra, alentejano ou sourdough. De resto precisam de bom azeite virgem, alho, limão, salsa ou coentos.

8

Tal como já referi aqui as dicas mais importantes para uns cogumelos no ponto são: manter a distância de segurança da água, isto é, nada de lavar cogumelos, limpem-nos bem a seco; e, por outro lado, uma frigideira ou grelha muito muito quente. Nesta receita vamos grelhar completamente em seco. A primeira vez que vi esta técnica foi no livro Jamie at Home do Jamie Oliver, e desde que experimentei a primeira vez, adorei. Acontece qualquer coisa de genial quando os cogumelos grelhados em seco tocam no molho de azeite, absorvendo todo aquele gostinho a alho e ervas, hmmm que delícia. Mas melhor que ler a descrição é mesmo provar, por isso anotem já na vossa lista de compras cogumelos pleurotos e toca a experimentar!

Ingredientes

(para 2)

300 gr de cogumelos pleurotos (ou a olho, pensem quantos cogumelos querem em cada fatia de pão, lembrem-se só que eles encolhem ligeiramente com o calor)

3 colheres de sopa de azeite

Sumo de ¼ de limão

½ dente de alho

1 mãozinha de coentros ou salsa picados

Sal

Pão (tipo mafra, alentejano ou sourdough)

Rúcula (opcional)

Primeiro façam o molho numa tigela, juntando o azeite, o sumo de limão, o alho ralado, os coentros ou salsa picados e uma pitada de sal.

Tostem o pão e coloquem a vossa grelha ao lume para ficar MUITO quente.

Grelhem os cogumelos em seco durante 3 minutos de cada lado.

Coloquem os cogumelos acabados de grelhar na tigela do molho e envolvam bem. Disponham-nos em cima das fatias de pão e se quiserem sirvam com um pouco de rúcula por cima.


Dry grilled mushrooms on toast

There’s a famous Portuguese meaty treat that you’ll find in all over, and it is a simple thin steak on a bun. Vegetarians bear with me this is still a non-meat eating blog. And let’s be honest there must be something about such a simple formula that makes steak on bun a hit in the entire country. But what if I told you that it is possible to make it better, and totally meat free?!

I’m not too fond of the idea of making vegetarian recipes to substitute omnivore options, but in this case the analogy is needed to explain how something so simple can be deliciously juicy, meaty, finger licking wonderful. I guarantee this is not false advertisement! In your next brunch, dinner or light lunch try this recipe even if you have convinced carnivores joining you and wait for the amazement in their faces.

3

But how come am I so sure that this will be a success?. Because of “umami”, a Japanese word maybe unknown to many, that refers to the 5th taste apprehended by the human tongue. Unlike sweet, bitter, sower and salty that are felt in the tops and sides of the tongue, umami is felt right in the center of the palate. Also unlike the 4 other tastes that we can quickly associate with specific ingredients, umami is not that easy. There’s not even a translation for the Japanese word. Umami is a taste that endures, makes you salivate and gives you the feeling of covering the entire tongue. You can experience it for example in cheese, meat or mushrooms.

So let’s big up the umami in this recipe. But keep in mind that when working with few ingredients the key for a great result is the quality of those ingredients and to nail the method. So, let’s start with the ingredients.

I advise you to get nice and big oyster mushrooms for this one. It’s important when choosing mushrooms that they look fresh, not mushy and without moist. Not pre-packed mushrooms are always a better option because packing usually leads to condensation and that’s not good for storing or flavor. Another key ingredient here is the bread, try some hearty artisan bread or a sourdough. Besides these you need good quality extra virgin olive oil, garlic, lemon, parsley or coriander.

As I mentioned here the best tips for great mushrooms are: keep them away from water (don’t wash them) and getting your pan or grill very, very hot. In this recipe the mushrooms are dry grilled. The first time I came across with this technique was in the book Jamie at Home by Jamie Oliver, and I loved it. Something brilliant happens when the hot dry grilled mushrooms hit the olive oil, absorbing all the garlicy, herby goodness. But better than reading about it, is trying it, so make sure to add oyster mushrooms to your shopping list and try these out!

Ingredients

(for 2)

300 gr of oyster mushrooms (just think how many mushrooms you want/need in each toast, but remember that they shrink a bit while cooking)

3 table spoons of extra virgin olive oil

Juice of a ¼ of a lemon

1 handful of chopped coriander or parsley

Sea salt

Bread (artisan or sourdough if you can)

Rocket (optional)

First do the dressing. In a bowl mix the olive oil, lemon juice, the minced garlic, the coriander or parsley, and a pinch of salt.

Toast the bread and get your grill on a high heat until it is VERY hot.

Grill the mushrooms for 3 minutes on each side.

Add the hot mushrooms to the bowl and dress them well. Get the mushrooms on the warm toast and serve with a bit of rocket on top if you like.

Advertisements

6 thoughts on “Cogumelos grelhados no pão / Dry grilled mushrooms on toast

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s