Panquecas de canela com compota tutti-frutti / Cinamon pancakes with tutti-frutti compote

(for the English version please scroll down)

Espero que tenham tido um Natal feliz, rodeado de abraços sentidos, sorrisos sinceros e aquelas estórias  de família que se contam mil vezes e que apesar de todos já sabermos o seu final, fazem parte e dão aquele aconchego de saber que há coisas que nunca mudam.

3

Como em boa casa portuguesa na da minha mãe fez-se comida para um batalhão de infantaria acabado de chegar esfomeado de um campo de batalha. Essa é outra daquelas coisas que nunca mudam. Mas faz parte e agradeçamos a mesa farta. Em vez de maldizermos mais uma fatia de bolo que “temos” de comer sejamos criativos com o que sobrou. Em primeiro lugar temos logo uma desculpa para convidar uns amigos para um lanche ou levar umas fatias daquele bolo ou sobremesa fantásticos para o trabalho e ficarmos logo super bem vistos.

Uma das sobremesas que há anos estou encarregue de fazer é a salada de frutas. Sim é um clássico, sim é retro e vintage, mas faz parte e eu gosto. Sigo o método que aprendi com a mãe da minha amiga D., uma camada de fruta não ácida (maçã ou pêra por exemplo) seguida por uma camada de fruta ácida (laranja ou ananás por exemplo) e assim sucessivamente. Este ano utilizei maçã, laranja, pêra, ananás, manga, kiwi, clementina, romã e banana. Vou regando cada camada com sumo de laranja com um golinho de vinho do Porto e não costumo adicionar açúcar.

2

O problema da salada de fruta é que com o passar do tempo as frutas vão macerando no ácido dos citrinos e ficam um pouco sem graça. Por isso resolvi utilizar o resto das frutas e seus sumos para fazer uma espécie de compota que vai lindamente com umas panquecas. A minha salada de fruta já estava bem doce por isso não acrescentei qualquer adoçante, aromatizei só com pau de canela e estrela de anis, mas se ao provarem vos parecer que está demasiado ácido juntem um bocadinho de mel ou geleia de milho.

Em relação às panquecas estas não poderiam ser mais simples! Para lhes dar um toque especial e natalício utilizei canela e uma colherinha de chá de malte de cevada que as deixa com um sabor diferente e bem apetitoso.

Espero que gostem e se fizerem salada de frutas para o Ano Novo já ficam com uma ideia para o pequeno-almoço do dia seguinte.

1

Ingredientes:

Para as panquecas:

(dá para 10 a 12 pequenas)

  • 1 copo de leite vegetal (200ml)
  • 1 copo de farinha (usei de espelta mas podem utilizar a que tiverem)
  • 1 ovo biológico
  • 1 colher de chá de canela
  • 1 colher de chá de malte de cevada (opcional mas fica óptimo)
  • ½ colher de chá de fermento
  • 1 pitada de sal
  • 1 colher de chá de óleo de coco

Para a compota tutti-frutti

  • Uma tigela de salada de fruta (de sobra ou fruta deixada a macerar em sumo de laranja no dia anterior) 2 cups
  • 1 pau de canela
  • 2 estrelas de anis

Misturem todos os ingredientes para as panquecas, excepto o óleo de coco, com uma vara de arames até estar tudo homogéneo. Deixem repousar no frigorífico durante uns 30 minutos.

Aqueçam uma frigideira antiaderente até estar bem quente. Derretam o óleo de coco e garantam que cobre toda a superfície, limpem o excesso com papel de cozinha. Coloquem uma pequena quantidade de massa na frigideira. Quando virem que se formam bolhinhas na superfície está pronta para virar. Virem com uma espátula e deixem estar uns 30 segundos. Retirem da frigideira e continuem até ficarem sem massa.

Entretanto coloquem num tachinho a salada de fruta com todo o líquido, juntem o pau de canela e as estrelas de anis. Levem ao lume e deixem cozinhar durante uns 25 a 30 minutos ou até que fique com consistência de compota. A meio do processo provem e se acharem que precisa de juntem um bocadinho do vosso adoçante natural favorito.

Sirvam as panquecas com a compota tutti-frutti ainda morna.


 

Cinnamon pancakes with tutti frutti compote

I hope you had a happy Christmas, surrounded by heartfelt hugs, honest smiles and those family stories that are told one thousand times, we all know the ending, but give us that warm feeling of knowing somethings never change.

4

As in all Portuguese households my mom cooked enough food to feed a hungry army. That’s another one of those things that never changes. But it’s part of it and let’s be grateful for having a table full of deliciousness. And instead of cursing yet another slice of cake we “have” to eat, let’s be creative with leftovers. To start we have a lovely excuse to invite some friends over for tea or to take a piece of that yummy desert to work and make new friends.

One of the deserts that for years now I’ve been in charge of is the fruit salad. Yes it’s a classic, yes it’s retro and vintage but it’s part of my family Christmas and I love it. I follow the method I’ve learned from my friend’s D. Mom: one layer of non-acidic fruit (like apple or pear) followed by a layer of acidic fruit (like orange or pineapple), and so on. This year I’ve used apple, orange, pear, pineapple, mango, kiwi, clementine, pomegranate and banana. I add a bit of freshly squeezed orange juice with a swig of Port wine in between each layer and usually there’s no need for added sugar.

The problem with the fruit salad is that with the passing of time the fruits will macerate in the citric acids and becomes quite boring. So I decided to transform the leftover fruit salad with all its juices in a compote to complement pancakes. My fruit salad was sweet enough so I felt no need to add any sugar. I only added cinnamon stick and star anise to give it a lovely aroma. If you feel yours is to acidic simply add a tiny bit of brown sugar or honey.

The pancakes themselves couldn’t be simpler! To make them special and Christmassy I added cinnamon and a little tea spoon of barley malt syrup.

I hope you enjoy it and if you’re having fruit salad for New Year’s dinner this is a great idea for breakfast the next day.

5

Ingredients

For the pancakes

(for 10-12 small ones)

  • 1 glass of vegetable milk (200 ml)
  • 1 glass of flour (I used spelt but use whatever you have)
  • 1 organic egg
  • ½ tea spoon of baking powder
  • 1 pinch of salt
  • 1 tea spoon of coconut oil

For the fruit compote

  • 2 cups of leftover fruit salad (or fruit you left macerating in orange juice the day before)
  • 1 cinnamon stick
  • 2 star anise

In a bowl and with a hand whisk combine all the pancake ingredients except the coconut oil. Allow it to rest for at least 30 minutes in the fridge.

Heat up a non-stick pan until very hot. Melt the coconut oil and make sure it covers the surface of the pan, cleaning up the excess oil with a paper towel. Add a small amount of batter in the pan. As soon as you see bubbles forming on the surface it’s time to flip it with a spatula. Cook the other side for about 30 seconds. Remove from the pan and keep on doing that until you’re out of batter.

Meanwhile pour all the fruit salad and juices in a pot, add the cinnamon stick and the star anise. Allow it to simmer for about 25 to 30 minutes or until it reaches a jammy consistency. Half way thorough taste it and add a little bit of natural sweetener if you think it is too acidic.

Serve the pancakes with the warm tutti-frutti compote.

Advertisements

9 thoughts on “Panquecas de canela com compota tutti-frutti / Cinamon pancakes with tutti-frutti compote

  1. É boa ideia sim Inês, porque nada se pode desperdiçar 🙂
    Por aqui há sempre um batalhão de coisas na mesa também, este ano conseguimos reduzir e mesmo assim sobrou, mas foi repartido por todos e motivo para nos juntarmos mais uma vez. A comer eheh.
    Que bem que sabem umas panquecas! Desejos de um bom ano novo!
    Um beijinho.

    Liked by 1 person

  2. Deixei um comentário mas acho que não ficou gravado.
    Espero que o teu natal tenha sido docinho e bom, e claro que nada se pode desperdiçar, aqui tens uma bela ideia.
    E eu adoro panquecas e que sobrem coisas em mesas fartas para nos voltarmos a juntar todos à mesa. Um beijinho e um bom ano!

    Liked by 1 person

    1. É bem verdade, reclamamos sempre porque a mesa (especialmente a de doces) está sobrelotada, mas depois o bem que sabe ter desculpa para reunir novamente à mesa quem se gosta, ou dar largas à imaginação para reinventar o que sobrou 🙂
      Fico tão contente que tenhas gostado. Os teus comentários e apoio deixam-me mesmo feliz.
      Um grande beijinho e um 2016 doce, criativo e com milhares de motivos para sorrir!

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s