Papas de aveia e batata-doce / Sweet-potato porridge

(for the English version please scroll down)

Antes da receita desta semana deixem-me agradecer, sinceramente, a todos os que participaram no desafio #beanstuesday! Cada fotografia vossa deixou-me com um enorme sorriso que crescia ainda mais quando lia as vossas palavras e nelas sentia o entusiasmo tão bonito com que aderiram ao desafio. Espero que as leguminosas continuem a fazer parte das vossas opções diárias e que continuem a encontrar novas e deliciosas formas de as utilizar. Para quem ficou com vontade de mais desafios só vos digo que tenho umas ideias na manga e que em 2018 voltarão os desafios!

1

A receita de hoje é já uma constante no Instagram da my tiny green kitchen (ainda não me segues no Instagram? Como é que é possível? Clica aqui e resolve-se já isso). Já recebi várias questões sobre estas maravilhosas papinhas e foi ficando a promessa de que em breve iria partilhar a receita. Como não gosto de falhar com o dito, trago-vos hoje aquele que tem sido o meu pequeno-almoço nos últimos meses.

4

Tudo começou com um tabuleiro enorme cheio de batatas-doces assadas que a minha mãe me ofereceu. Pensem em tamanho mãe, ou seja, muitas mais batatas-doces do que seria razoável uma pessoa consumir antes que se estragassem. Como a necessidade aguça o engenho e por casualidade estava sem bananas nesses dias, lembrei-me de juntar batata-doce à aveia e não é que ficou para lá de maravilhoso?! Desde esse dia que nunca mais larguei a batata-doce, felizmente tudo isto coincidiu com a época da dita e há batata-doce aos molhos no mercado e nos supermercados bio, em diversas cores e feitios. Pensem em batata-doce de Aljezur, batata-doce laranja ou, a minha favorita, batata-doce roxa!

As papas ficam ligeiramente doces por causa do doce natural da batata e da aveia mas se quiserem ainda mais docinhas podem juntar maçã ou pêra cortadas em pedaços pequenos enquanto a aveia cozinha. Por cima podem dar asas à vossa imaginação e utilizar tudo o que tiverem por casa: fruta da época, granola, frutos secos, sementes de toda a espécie, coco…vocês percebem a ideia. Podem ser comedidos ou fazerem como eu e usarem de tudo um pouco.

Se gostam de pequenos-almoços mais para o salgado, estas papas também são vossas amigas. Não adicionem maçã ou pêra, se quiserem juntem algumas especiarias enquanto a aveia cozinha ou pasta de miso depois de desligarem o lume. E por cima coloquem abacate, rúcula, rebentos, sementes, nozes…uma vez mais sejam comedidos ou não, é convosco.

Nota: Aproveitem para assar de uma só vez uma quantidade grande de batata-doce e outros vegetais que beneficiam imenso de ser assados como a abóbora ou a beterraba. Basta lavarem bem as batatas-doces e levarem ao forno por 45 minutos a 1 hora a 200ºC. As batatas-doces aguentam bem no frigorífico uns 4 a 5 dias.

Nota 2: O truque para a batata-doce se desintegrar é mexerem vigorosamente com uma vara de arames e não com a colher de pau enquanto as papas cozinham.

Feliz Novembro e felizes dias de aconchego. Até para a semana!

2

Ingredientes

(para 1)

  • ¼ cup de flocos de aveia
  • ¼ a ½ cup de batata-doce assada (ou meia batata-doce pequena)
  • ½ maçã ou pêra (opcional)
  • 1 colher de chá cheia de sementes de linhaça moídas*
  • 1 colher de chá de manteiga de amêndoa, amendoim ou caju (opcional mas recomendado)
  • 1 pitada de sal
  • ½ colher de chá de canela
  • 1 colher de chá de maca (opcional)

Na noite anterior demolha a aveia com o dobro da água num tachinho. De manhã adiciona mais ½ cup de água ao tacho, o sal, a batata-doce sem casca, a maçã (ou pêra) cortadas em pedaços e leva ao lume. Assim que começar a ferver, baixa o lume e deixa cozinhar durante mais ou menos 5 minutos mexendo vigorosamente com a vara de arames de vez em quando. Apaga o lume e deixa as papas repousarem uns 2 minutos, adiciona a linhaça, a canela, a maca (se usares), a manteiga de oleaginosas (se usares) e mistura bem com a vara de arames.

Adiciona todos os toppings que gostas e estão prontas a servir.

*Moam sempre as sementes de linhaça em casa em pequenas quantidades e guardem num frasco no frigorífico para assim preservarem os óleos essenciais das sementes.


Sweet-potato porridge

Before this week’s recipe let me just thank all of you that participated in the #beanstuesday challenge! Each photo of yours gave me a huge smile that got even brighter when reading your kind words and feeling all your enthusiasm. I hope beans will keep on being a big part of your meals and that you’ll keep on discovering new and delicious ways of using them. For those of you who asked me about more challenges, I do have a couple of ideas up my sleeve for 2018 so be ready for new challenges!

3

Today’s recipe has been featured on my tiny green kitchen’s Instagram quite often (you don’t follow me on Instagram yet? Let’s fix that by clicking here). I’ve been asked a lot of questions about this delicious porridge and kept on promising I would publish the recipe soon. Since I do not like to fail my word, here’s the recipe for what has been my go to breakfast in the last few months.

It all started with a big tray of roasted sweet-potatoes that my mom gave me. Think mom size here, aka more sweet-potatoes than you can possibly eat before they go bad. Luckily I was out of bananas so I thought of adding sweet-potato to my porridge to give it that hint of sweetness and creaminess. And it worked out amazingly! Since that day, I have been sticking with sweet-potatoes and it so happens that they are in season in all their glorious shapes, colors and sizes, including my favorites, the purple ones.

The porridge is slightly sweet thanks to the natural sweetness of the sweet-potato and oats but if you want to up the sweetness simply add chopped apple or pear while the porridge is cooking. You can of course let your imagination run wild with the toppings. Feel free to use whatever you have on hand: seasonal fruit, granola, nuts, seeds of all kinds…you got the idea. You can use restraint or if you are anything like me go with more is more.

If you like your breakfast more on the savory side, this porridge has you covered too. Don’t add pear or apple but instead add some spices while the porridge is cooking or a little bit of miso paste once you turn off the heat. Try using avocado, arugula, sprouts, seeds and nuts as toppings. And once again go with as many or as little as you prefer.

Note: When roasting more than what you think you need is the way to go. Roast sweet-potatoes and if there’s space why not a squash or beets too? Roast the sweet-potatoes whole for about 45 minutes to 1 hour at 200ºC. The sweet-potatoes should last 4 to 5 days on the fridge.

Note 2: The trick for the sweet-potato to melt into the porridge is to whisk it vigorously with a whisk and not a spoon while the porridge cooks.

Happy November and happy cozy days. See you next week!

Ingredients

(for 1)

  • ¼ cup of rolled oats
  • ¼ to ½ cup of roasted sweet-potato (or half a small potato)
  • ½ apple or pear (optional)
  • 1 tsp of ground flax
  • 1 tsp of almond, peanut or cashew butter (optional but recommended)
  • 1 pinch of salt
  • ½ tsp cinnamon
  • 1 tsp maca (optional)

The night before soak the oats, in a small pan,  in double the amount of water. In the morning add ½ a cup of water more, the salt, the sweet-potato (without the skin and in chunks), the apple (or pear) in small pieces if using. As soon as it starts boiling, reduce the heat and let it simmer for around 5 minutes, whisking vigorously with a hand whisk every now and again.  Turn off the heat and allow the porridge to rest for 2 minutes. Add in the flax, cinnamon, maca (if using), nut butter and whisk to combine.

Add all the topping you like and it’s ready to eat.

*Always ground the flax home in small amounts and store it in a jar in the fridge, to preserve the essential oils.

 

 

Advertisements

10 thoughts on “Papas de aveia e batata-doce / Sweet-potato porridge

  1. Olá 🙂
    Vou experimentar, mas com a batata-doce comum, porque a roxa não encontro aqui 😦 E depois digo-te que tal.
    Achas que com puré abóbora também funciona? E parabéns mais uma vez pelo novo layout do site. Muito lindo! Beijinhos e boa semana!

    Liked by 1 person

    1. Olá Teresa! Funciona com qualquer batata-doce. E sim, sem dúvida que também ficará óptimo com abóbora 🙂 depois quero mesmo saber se gostaste.
      Muito obrigada, estou mais feliz com este layout também e nos próximos meses tenho planeadas outras alterações. Espero que para melhor, claro.
      Um grande beijinho e semana feliz para ti.

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s