About

(for the English version please scroll down)

Sobre mim

Chamo-me Inês, vivo em Lisboa e cozinhar faz-me feliz. Apesar de ser uma pessoa para quem as listas, os diagramas e os cronogramas são parte integrante do ADN, a cozinha é o avesso de tudo isto, é um espaço aberto à criatividade, à imaginação e à intuição… e isso é tão bom.

Comecei a cozinhar ajudando a mãe a fazer bolos. Felizmente foi-me permitida muita autonomia na cozinha e comecei a fazer experiências sozinha desde bem pequena. O que sei fui aprendendo ao fazer, a ler muitos e muitos livros de cozinha, lendo blogues,  vendo programas de culinária e pesquisando muito.

Passei 3/4 da minha vida a praticar uma alimentação que hoje se convencionou chamar de “normal”, nome que tem tanto de vazio como de impreciso. Comia carne, peixe, lacticínios, ovos, leguminosas, cereais, fruta, vegetais. Foi na última década que esse paradigma me deixou de servir. Mesmo em criança tinha uma forte consciência ambiental e no entanto na alimentação estava arredada daquilo que em essência já lá estava em semente. Ao perceber como são produzidos os ovos, a carne e os lacticínios enveredei pela opção de consumir só biológico desses produtos. Foi o primeiro passo. O seguinte foi deixar de comer carne de todo. De seguida o peixe que durante algum tempo consumia fora de casa e em refeições familiares. Mais recentemente estou a deixar os ovos e os lacticínios.

Acredito que em primeiro lugar temos de viver bem connosco. Este é o caminho que neste momento me faz sentir em equilíbrio com a minha consciência, com aquela semente que acredito está em todos. A semente do querer fazer bem, a semente da gentileza, a semente do cuidado. Como em tudo na vida, é o que regas que vai crescer e dar frutos.

Sobre o blog

O my tiny green kitchen nasceu da vontade de partilhar o amor grande que tenho por cozinhar. Foi um caminho muito longo, anos de gestação até que no momento que tinha de ser, todas as objecções, todas as dúvidas, todos os nãos, todos as desculpas e re-agendamentos, se dissiparam. Nesse momento tudo foi fácil, nesse momento o blog tinha de acontecer porque chegara o momento certo.

Tal como um diário e aventuras, o blog vai acompanhando o meu caminho, vai-se fazendo do que vou aprendendo e daquilo que me faz sentido em cada momento. O meu caminho levou-me a uma alimentação com base em plantas, sem alimentos processados e com produtos da época e, se possível, de produção local. É esta a tónica que vão encontrar em todas as receitas que partilho.

Porquê uma alimentação com base em plantas?

Acredito que é esta a alimentação certa para o ser humano viver em equilíbrio consigo mesmo (em todas as suas dimensões) e com o planeta. Uma alimentação com base em plantas aposta nos vegetais, frutas, tubérculos, leguminosas, cereais integrais e oleaginosas. Casa vez mais estudos científicos apontam, de forma inequívoca, que esta é a alimentação natural para o ser humano, é a alimentação que não só não causa desequilíbrios e doenças, como também aquela que pode reverter esses mesmos problemas.

Além disso de um ponto de vista ambiental e se estamos preocupados com a sustentabilidade do nosso planeta, o futuro passará por este tipo de alimentação. O futuro passará por deixar o consumo de produtos e origem animal, por optar por uma agricultura que tenha por base o respeito pela natureza, que trabalhe com a natureza e não contra ela. Tudo o que fizermos contra a natureza será difícil e terá consequências nefastas, ao contrário, se estivermos em equilíbrio com a natureza (a nossa e a que nos envolve e na qual Somos) aí tudo fluirá.

Dezembro 2017


 

About me

My name is Inês, I live in Lisbon and cooking makes me happy. Even though making list, diagrams and chronograms is probably imbedded in my DNA, the kitchen for me is the opposite of all of that, it’s an open space for creativity and imagination, and  intuition.

I started cooking by helping my mom baking. Luckily I was aloud a lot of freedom in the kitchen so I’ve started experimenting from quite an early age. What I know I’ve learned by doing, by reading lots and lots of books, reading blogs,  watching cooking shows and doing a fair bit of research.

I’ve spent 3/4 of my life eating in what nowadays is considered “normal”, a word that has so much of empty as it has of inaccurate. I ate meat, fish, dairy, eggs, beans, grains, fruit, vegetables. It was in the last decade that that paradigm stopped serving me. Even as a child I had a strong sense of environmental consciousness, nevertheless as for eating habits I was nothing following the seed I already had in me. When I understood how eggs, meat and dairy are produced my decision was to go organic. That was the first step. The next one was to stop eating meat all together. After that I stopped eating fish that for a while I would eat when eating out or at my parents house. More recently I’m cutting eggs and dairy.

I believe that first and foremost we have to live well with ourselves. This is the path that in this moment makes me feel at balance with my consciousness, with that seed I believe is within everyone. The seed of wanting to do good, the seed of kindness, the seed of care. As in everything in life, it’s what you water that will grow and give fruits.

About the blog

My tiny green kitchen was born out of my will to share my big love for cooking. It was a long journey, years brewing up until the moment arrived. Then all objections, all doubts, all no’s, all excuses and postponing faded away. In that moment all was easy, in that moment the blog happened because it was the right time.

As a diary of adventures, the blog follows my path, it’s made of what I learn and of what makes sense to me in the present moment. My path took me to a plant based diet, without processed food, seasonal and, if possible, from local production. This is what you will find throughout the recipes I share.

Why a plant based diet?

I believe that this is the write type of diet for humans to live in balance with themselves (in all dimensions) and the planet. A plant based diet is rich in vegetables, fruits, roots, beans, whole grains and nuts. More and more scientific studies show, without doubt, that this is the natural diet for humans. This is the diet that not only doesn’t cause unbalances and disease but it’s also the one that can reverse those same problems.

Besides from an environmental point of view if we are concerned about the sustainability of our planet the future will have to be plant based. The future will be about stopping the consumption of animal produce and investing in an agriculture that respects nature, that works with nature and not against it. All we do against nature will be hard and result in ill consequences. However if we are in balance with nature (ours and the one within which we exist) all will flow.

December 2017

 

 

Advertisements

12 thoughts on “About

  1. Sim, isto é uma declaração pública de amor: Tenho tanto orgulho em ti! Que continues a brilhar, a aprender, a ensinar.nos, a partilhar esta tua magia que fazes na cozinha ! Que este blogue seja o início de tantos mais sucessos no teu caminho!

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s